A rosa

Havia em meio a escuridão um rosa

Sua cor avermelhada iluminava aquele ambiente tão fúnebre

A rosa era um pouco solitária pois buscava por alguém que a dimira-se e a cuida-se

Pobre rosa mal sabia que as vezes não é tão ruim ficar sem companhia

Mas suas folhas já se perdiam sobre o chão

E ela se doia por não ter uma paixão

Calma pequena flor um dia o que  tanto desejo vai te encontrar

A vida é chaia de caminhos alguém vai traça-los e te enxergar.

2947813825_1_13

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s